Noivado em Paris

Durante a nossa viagem pelo Europa, no início desse ano, o Rafa me pediu em casamento. O pedido aconteceu ao lado das pirâmides do Louvre e foi muito lindo.

Vou contar para vocês um pouquinho desse sonho…

Quando começamos a falar em casamento, vinha a dúvida de quando deveríamos noivar. Quanto tempo antes do casamento? Como fazer o pedido? Devemos fazer uma festa??? Então a gente começou a brincar que só iríamos noivar se fosse em Paris. Brincadeira porque, nesta época, não tínhamos a menor previsão de ir para a Europa. Era apenas sonho.

Acabamos marcando a data do casamento, fechamos com salão, fotógrafo e… NADA de noivado.

Então, na metade do ano passado, uma amiga nossa que tem uma agência de viagens (beijos, Nath) veio nos tentar com passagens bem baratas para a Europa. Ficamos muito em dúvida, afinal, temos um casamento que vai nos tomar uma boa grana pela frente. Fizemos as contas (ligamos o fd-se) e resolvemos ir viajar. Eu não conhecia a Europa e sonhava com isso há muito tempo. Ou a gente iria agora (que ainda temos tempo para guardar dinheiro antes do casamento), ou então só depois no aniversário de casamento.

Com a viagem pela frente, fomos atrás de realizar o sonho do noivado em Paris. A cidade luz seria o nosso principal destino. Precisávamos, então, das alianças. Procurei, procurei, procurei por modelos na internet e nas joalherias da cidade. Experimentamos várias alianças lindíssimas e que custariam um rim. Me apaixonei por algumas cravejadas de brilhantes com o preço de um carro semi-novo que até me desanimaram um pouco. Até que encontrei no Pinterest um modelo que mexeu comigo. Simples, meigo e romântico. ❤

 

Alianças Pinterest

O Rafa escolheu o modelo e a largura das alianças e a minha única exigência era de que tivesse o coraçãozinho vazado. O único problema é que nenhuma joalheria tinha aquele modelo. Pensando bem, isso é até bom, porque torna nossas alianças exclusivas. Acabamos encontrando aqui em Gravataí, na loja de um amigo dos meus pais. Ele trabalha com um ourives que poderia fazer as jóias exatamente como queríamos. E ainda por um precinho camarada.

Aliança coração

Então, já tínhamos as alianças e o destino para o noivado. Agora era a função do Rafa de pensar no lugar e me surpreender. Paris foi o penúltimo destino da nossa viagem e eu estava tão embasbacada com os lugares que estava conhecendo que na verdade até esqueci que iria noivar em algum momento.

O pedido me pegou de surpresa. Era o nosso terceiro dia em Paris e  estávamos passeando um pouco sem rumo pela parte exterior do Museu do Louvre, ao lado das Pirâmides. Ele me abraçou e me disse que sabia há muito tempo que seria ali onde ele iria me pedir em casamento. Se ajoelhou e colocou a aliança mais linda no meu dedo. ❤

ALianças Carol e Rafa

E vocês, meninas, sonham com algum pedido de casamento especial?

Beijinhos

Escrito por Carol

Fevereiro Especial Madrinhas de Casamento

Oi gurias!

Com o casamento da nossa afilhada Natali se aproximando, vamos fazer aqui no blog uma série de posts especial para quem é (ou vai ser) madrinha de casamento. Fevereiro será o mês especial das Madrinhas! Vamos ajudar aquelas que foram convidadas para o “cargo” e não sabem quais são os seus deveres.

padrinhos casamento

Afinal, para quê servem os padrinhos de casamento?

Tanto a cerimônia no civil quanto no religioso são atos públicos e os padrinhos serão as testemunhas oficiais da união. Entretanto, os padrinhos são muito mais do que testemunhas. São cúmplices que se mostram dispostos a acompanhar a vida do casal. Serão aqueles que irão participar ativamente da vida dos noivos após a cerimônia. Cabe aos padrinhos estar por perto e aconselhar o casal nas dificuldades que possam surgir.

A escolha dos casais deve ser feita por afinidade com os noivos. Não deve-se convidar para padrinhos aqueles que poderão dar o melhor presente. Convidando as pessoas próximas e queridas, com certeza estas vão querer presentear o casal com o melhor que puderem oferecer (sem comprometer o orçamento).

madrinhas casorio

Já que o nosso foco são as madrinhas, vamos aos deveres delas:

  • Acompanhar os preparativos da festa e auxiliar no que a noiva precisar;

  • Ajudar a noiva a tirar as dúvidas sobre o vestido;

  • Ajudar a organizar o chá de panela (ou de lingerie);

  • Organizar a despedida de solteira;

  • No dia do casamento, ajudar a noiva a se arrumar e ao entrar na igreja;

  • Durante a cerimônia, se certificar de que a noiva está sempre impecável, ajudando a arrumar o vestido, cabelo ou maquiagem;

  • Junto com os padrinhos, decorar o carro e o quarto da noite de núpcias;

madrinhas casamento

No grande dia…

Os padrinhos devem estar elegantes e bem vestidos, de acordo com a proposta da cerimônia. As madrinhas podem (e devem!) estar bem arrumadas, mas cuidado com grandes exageros! Vestidos muito curtos e justos devem ser evitados para a ocasião. A atenção deve estar sempre na linda noiva e não no decote provocante da madrinha.

Não se atrasem de forma alguma! Madrinhas, se organizem para ir ao salão cedo e chegar com folga à cerimônia. Nos casamentos na igreja, os padrinhos devem aguardar do lado de fora. Alguém irá passar a ordem de entrada na igreja. Essa organização costuma ser feita por um cerimonialista, alguma pessoa da própria igreja ou até mesmo a noiva pode eleger uma madrinha que irá ficar responsável pela organização.

A entrada do cortejo dos padrinhos no local da cerimônia deve ser feita com calma. Não corram para o altar. Caminhem calmamente e sempre sorrindo, mostrando o quanto estão felizes com a união. Madrinhas, se alimentem bem antes da cerimônia. Desmaios no altar são comuns, mas devemos fazer o possível para evitar. Portanto, nada de fazer dietas malucas para entrar no vestido e acabar desabando.

 

Ajudar nos preparos do casamento, cuidar da noiva, fazer parte da vida do casal,… Agora que vocês já sabem os deveres gerais das madrinhas, vamos falar sobre os detalhes. Você pode não ser a noiva, mas isso não é motivo para ir desleixada à cerimônia. Nossa série de posts ainda terá a escolha do vestido ideal, a maquiagem adequada e os penteados mais lindos para celebrar o casamento da nossa amiga querida! Não percam os próximos posts!

Blog Carol

Noivado de Rendeira

Olá meninas!

Para quem não sabe, se tudo correr como nos meus planos, em março de 2015 vou me casar! 😀

Durante este ano, até o grande dia, vocês poderão acompanhar por aqui muitas das peripécias de uma noiva neurótica, dos convites às lembrancinhas.

Hoje vim compartilhar com vocês o primeiro passo que um casal costuma dar quando decide subir ao altar: o noivado!

9

Como já namorávamos há oito anos, e desde o início falávamos em casamento e nos bacuris que pretendíamos ter, não tive aquele super-pedido-de-casamento-surpresa. Nós simplesmente decidimos começar a economizar de verdade e imaginamos uma data. Mil e uma planilhas de excel depois, estabelecemos valores de apartamento e festa de casamento compatíveis com os orçamentos.

O dia escolhido foi 21 de março de 2015 por cinco motivos:

1) em 2015 fechamos 10 anos juntos;

2) nos conhecemos no mês de março;

3) o primeiro beijo foi num dia 21;

4) será o primeiro dia do outono (provavelmente nem muito quente nem muito frio);

5) e principalmente porque esse dia vai cair num sábado!

Depois de escolhida a data, tudo aconteceu muito rápido. Começamos a procurar apartamentos em construção com entrega até o casório, e logo encontramos um que se encaixava nos sonhos e nos orçamentos. Mas em outro post conto mais sobre o ap!

Com algumas coisas definidas, outras se encaminhando, começamos a nos demorar nas vitrines de joalherias toda vez que íamos dar uma volta em algum shopping, mas as alianças eram assustadoramente caras. Eu, óbvio, sonhava com uma cheia de brilhantes, mas com o valor de uma daquelas daria para comprar geladeira+fogão+microondas, e não to falando de marca diabo!

Eu cheguei a cogitar outras alternativas, como uma tatoo no dedo, olha que gracinha:

TATOOS
Mas o Rodolfinho não se empolgou muito com a ideia.

Pouco tempo depois nosso professor de dança de salão indicou uma relojoaria em Campo Bom, RS, de fabricação própria, com preços bem acessíveis e garantia vitalícia. Era outubro e eles ainda estavam com uma promoção de 30% nas alianças. Conseguimos um preço inacreditável, e pelo valor de uma aliança fininha e simples dos shoppings de POA saí de lá com a minha aliança enorme e cheia de pedrinhas brilhantes, faceira como pinto no lixo, como diria minha mãe.

Pretendia noivar a menos de um ano do casamento, mas claro que cansei de olhar para aquelas lindezas abandonadas dentro da caixinha, elas precisavam de calor humano! Então decidimos acelerar o noivado. O fator determinante era que não podíamos gastar muito, porque cada centavo aqui significaria abrir mão de alguma coisa no casório ou no ap. Então tive a ideia de fazer um piquenique no jardim botânico de Porto Alegre, cada um levaria sua toalha e uma guloseima, eu compraria balões e um vestido rodado.

Achei que estava sendo super original, mas descobri que é muito comum em outros países. Os americanos fazem até mesmo o casamento em formato de piquenique. Dá uma olhada:

deliajeff-505 Impossibly-Interesting-Wedding-Ideas-33 lu-martinez-picnic-ferias-2 picnic_wedding_arrangement_ii_by_silvietepes-d430xh2 picnic_wedding_erineverafter_blogspot  wedding-picnic

Enquanto esperávamos um final de semana de sol em que o irmão do Rodolfo e minha madrinha estivessem por aqui, fomos visitar um condomínio de praia onde meu pai havia comprado um terreno e estava juntando dinheiro para construir uma casinha para a aposentadoria. O condomínio tinha uma área verde preservada e um salãozinho de frente para a lagoa, e o aluguel era menos de R$ 100,00. Papito achou que não cairia bem deslocarmos o pessoal até a praia para comer salgadinhos, então alteramos os planos para um almoço de domingo em família. Eu não queria abrir mão do piquenique, mas concordei que seria mais confortável para os convidados um almoço no salão, afinal se o tempo estivesse bom ainda poderíamos comer a sobremesa no gramado.

Claro que a louca queria convidar todo o mundo, mas o noivado não poderia ser do tamanho do casamento, então convidamos apenas pais, avós, irmãos e padrinhos de batismo, e mesmo assim já deu uma galera.

DSC_0673

Como já tinha deixado as cunhadas animadas quando cogitei um piquenique, decidi manter a temática, até porque minha sogra tinha pilhas de cestas guardadas da páscoa e de outros eventos que eu poderia usar na decoração (lotei o porta-malas do uninho com cestas de todos os tamanhos!).

Para a decoração, fui para o centrão de POA com 100 pila no bolso em busca de fitas para as cestinhas e um tecido vermelho-piquenique para as mesas, mas quando vi o rosa e o azul bebê quadriculadinhos nem pensei duas vezes. Além dos tecidos, encontrei caixinhas para os docinhos que pareciam cestas de piquenique. Olha a fofura:

DSC_0423  1

Foi tudo barato e caseiro. Para decorar as mesas usamos as mini-cestinhas da sogra e garrafinhas de água com mosquitinhos. As cestinhas incrementei com fitinhas e recheei com amendoins japoneses crocantes, e as garrafinhas receberam as nossas inicias, que mami passou a semana bordando. Além dos bordados, mami arrumou tudo no dia, fez saladas e docinhos lindos e deliciosos. Papito chegou cedo, organizou as mesas, e com ajuda dos cunhados assou um churrasco de primeira. A sogra fez mousses e cupcakes, e meu noivinho prendado fez cookies em forma de coração.

43
50

DSC_0735

Esses cupcakes profissionais foram feitos pela cunhada Ana Paula Azambuja, e eles vieram em uma cesta de piquenique de verdade!

Os balões não posso dizer que foram super baratos, porque esses de gás hélio são mais caros que os convencionais, então comprei pouquinhos, mas deles eu não abria mão, porque sabia que ficariam lindinhos nas fotos.

32  35  22

Por falar em fotos, eu mesma fiz várias com o tripé, outras são ou da minha mãe ou da minha madrinha. Amei todas!

26   40 23

27

Adoro as caras faceiras nessa foto!!

O dia estava lindo! No fim da tarde eu as cunhadas tivemos o nosso piquenique: tiramos as toalhas das mesas, colocamos as doçuras para dentro da cesta e fomos saborear na grama. ❤

47

46

P.S. Recado importante àquelas que sonham com um super-pedido de casamento:

Gurias, sei bem que muitas imaginam o namorado fazendo uma declaração no asfalto, ou chegando com o porta-malas cheio de flores. Uma dica: não fiquem esperando por isso. Lembrem que, felizmente, nossa sociedade vem evoluindo em prol da igualdade de gênero, e agora, olha que incrível: não são mais os homens que decidem sozinhos se querem ou quando querem casar. Pedir a mão em casamento era tradição de uma época em que as donzelas aguardavam ansiosamente um pretendente para não morrerem solitárias na casa dos pais. Hoje vale até casar com a amiga. Então, se você não é mais virgem, nem está bordando seu próprio enxoval, recomendo que caso tenha o sonho de usar um vestido de noiva, converse abertamente com seu namorado, afinal (eu nem deveria estar falando isso, né?) esta é uma decisão do casal.

Agora, se você é menino e chegou até aqui porque pretende pedi-la em casamento, vá em frente. Pense em algo lindo e inesperado. Coisa gostosa é ser surpreendido com o carinho e a dedicação de quem amamos. E emocione-se. Sinceramente, uma das coisas que mais me emociona é homem emocionado. Apenas certifique-se de que ela deseja o mesmo.

Quer saber mais sobre o casamento? Aqui no blog eu contei como foi a escolha da data, como escolhi a igreja e o local, o convite dos padrinhos, a Árvore de Digitais que vai virar quadro, o Save The Date em clima de reforma, e a lua de mel em Punta Cana.

As minhas madrinhas contaram como foi a despedida de solteira que armaram pra mim e ainda teve uma série especial para as madrinhas, contando quais são os deveres, qual o vestido ideal, a maquiagem e os penteados. Não perde!

Blog Na